TCC’s de Química abordam temas variados

Dez trabalhos de conclusão de curso foram apresentados no último mês de maio pelos alunos do noturno do Curso Técnico em Química do ITEGO Governador Onofre Quinan. Os trabalhos foram orientados pelos professores Nilton Matias Barreto Júnior, Monik da Silveira Suçuarana, Gislene de Moura de Aquino Aguiar e Marcelo Levy Marques, coordenados pela professora Agnalda Avelina de Souza Miranda.

 

 

O grupo formado pelos alunos Júnio Martins e Luciano Vieira, apresentou o trabalho “Avaliação das boas práticas de fabricação empregadas nas cervejas artesanais”. De acordo com os alunos a pesquisa avaliou a qualidade da cerveja artesanal de uma cervejaria da cidade de Anápolis, verificando a influência da Lei da Pureza Alemã, que normatiza a produção de cervejas a partir do uso de água, malte, lúpulo e fermento. Segundo os alunos, a cervejaria não segue a lei, pois busca inovar na produção da bebida.

 

Com o tema “Avaliação da qualidade da ração supra tilápia 32% 5mm”, os alunos Márcio Araújo e Elziane Oliveira analisaram uma ração comercial para peixes, verificando se as características do produto estão de acordo com o padrão de qualidade esperado e se a proteína bruta da ração atende a necessidade da espécie de peixe Tilápia do Nilo. Os resultados indicaram que as características analisadas no produto estão dentro do esperado e que o produto satisfaz a exigência de proteína do peixe.

 

A aluna Vanessa Rodrigues se debruçou sobre o tema “As diferenças entre os processos de cachaça artesanal e industrial” e chegou à conclusão de que a cachaça artesanal é destilada em alambiques de cobre e o processo é quase todo manual, sendo dividido em três partes: cabeça, calda e coração. Já a cachaça industrial tem o processo semelhante à de álcool para automóveis, com a destilação feita em canaletas de zinco ou de aço inoxidável.

 

“A importância do processo de pasteurização do leite tipo C” foi o tema do trabalho apresentado pelos alunos Mauri Pantaleão e Graziela Gomes. Foram realizadas análises para comprovar e certificar a qualidade do leite tipo C e os resultados, de acordo com os alunos, foram satisfatórios segundo a Instrução Normativa nº 51, de 18 setembro de 2002.

 

Simone Galvão e Jair Borges abordaram o tema “O processo de separação de água com óleo e a importância de reaproveitamento”. Neste trabalho foi desenvolvido um método de separação de água e óleo no setor de lavagem de uma indústria de suplementos alimentícios de Anápolis. Os alunos constataram que o reuso da água pode garantir que ela volte após ser tratada. Entende-se que todas as empresas deveriam utilizar métodos de separação, evitando que a água contaminada seja devolvida à natureza.

 

Lucena Dias Correia Silva e Marizete Vieira dos Santos apresentaram o TCC com o tema “Comparação nutricional de vinagres comerciais e levantamento de frutas e frutos do Cerrado com potencial para produção de vinagres”. Elas pesquisaram seis frutos do Cerrado com potencial para produzir vinagres: cajuzinho, gabiroba, mutamba, mangaba, buriti e acerola. Verificaram que o vinagre é mais que um condimento, podendo ter uso diversificado na alimentação, na sanitização e na prevenção de doenças e pragas.

 

“Tratamento de efluente em uma indústria de bebidas” foi o tema desenvolvido pelos alunos Delmárcio Dias e Jales Francisco.  No trabalho, os alunos observaram as diferenças nos tratamentos químico e biológico, como também sua eficiência.

 

Com o tema “Ambiental: o conhecimento e a prática da homeopatia na agricultura familiar”, o aluno Gilberto Alves Gomes teve como objetivo identificar o conhecimento de produtores da agricultura familiar a respeito da utilização da homeopatia na agricultura orgânica, para prevenção e tratamento de desequilíbrios como infestação de pragas, doenças, carências nutricionais e outros. O trabalho também propôs a instrução voluntaria de interessados através de uma cartilha de iniciação à homeopatia e consultoria.

 

Já o aluno Humberto Mariano de Oliveira Filho trabalhou o tema “Avaliação da qualidade da água e condições de balneabilidade das áreas de banho de uma estância de ecoturismo no município de Terezópolis de Goiás”. Foram feitas análises da água coletadas em vários pontos do balneário e concluiu-se que o líquido utilizado nas piscinas naturais é de qualidade comprovada e está dentro dos padrões preconizados pelo Conselho Nacional de Meio Ambiente.

 

“Educação ambiental: o uso tradicional e científico de algumas plantas medicinais do Bioma Cerrado” foi o tema abordado pelos alunos Eliezer Souza e Amanda Santos. Eles descreveram cinco plantas medicinais do Cerrado: cana-de-macaco, chapéu-de-couro, assa-peixe, sangria d’água e guaco. O trabalho teve como objetivo justificar a conservação e preservação do Bioma Cerrado, pelo seu potencial econômico e científico medicinal contido em sua biodiversidade e o resgate cultural da utilização dessas plantas.

 

(Dirceu Pinheiro, com fotos de Márcio Ferreira)

 

Publicado em 06/06/2017

Departamento de Tecnologia da Informação e Comunicação - CEPA

© Copyright 2012 - Todos os direitos reservados