Alunos de Meio Ambiente visitam aterro sanitário

Com o objetivo de avaliar o conceito de conscientização sobre resíduos sólidos e efluentes líquidos (chorume) gerados nos aterros, a turma do Curso Técnico em Meio Ambiente (matutino), acompanhada da professora Vanilda Luzia, esteve nesta quarta-feira, 10, em visita técnica ao aterro sanitário de Anápolis.

 

 

Os alunos e a professora foram recebidos pelo gerente de Limpeza Urbana, Christian Pereira, que explicou que o aterro tem licenciamento até 2022, com expectativa de vida útil para 60 anos, porém esse tempo pode ser reduzido se a geração dos resíduos continuarem na mesma proporção atual.

Na visita, os alunos detectaram que, apesar de uma parcela da população ter consciência sobre o descarte correto dos resíduos, a maioria não tem a mesma atitude e há a necessidade de rever os atos de consumismo e cooperação com relação ao descarte do lixo. Os alunos conheceram as dimensões do aterro e visualizaram as trincheiras já prontas e as que estão em processo de recebimento de resíduos gerados pela população anapolina.

 

Segundo os alunos, uma parcela considerável da população não compreende os impactos ambientais que provocam ao descartar o lixo sem a separação dos resíduos e ainda não se conscientizaram sobre a importância da reciclagem como forma de preservar o meio ambiente. “É necessário que a população mude hábitos, com ações que diminuam os impactos ambientais”, ressalta a professora Vanilda.

(Dirceu Pinheiro)

 

Publicado em 12/05/2017

Departamento de Tecnologia da Informação e Comunicação - CEPA

© Copyright 2012 - Todos os direitos reservados